OCTYPE html> LAMENTO DE UM POETA (LETRA) - Zico e Zeca

Lamento de Um Poeta (Letra)

Zico e Zeca - Letras

Lamento de Um Poeta (Letra) - Zico e Zeca

Toada

Docemente o sol se perde no horizonte
E as nuvens coloridas vão beijando o céu
Meu olhar também se perde nos montes
E a noite vem cobrir com o seu negro véu.
Daqui a pouco nem mesmo a paisagem
Vou ter direito de poder olhar
E resta somente a miragem
E a tristeza aqui deste lugar.

Não sei se hoje vai sair a lua
Pra clarear a minha solidão
Será que hoje alguém nessa rua
Vem aquecer meu pobre coração.
Talvez mais tarde possa até chover
E afogar a voz de um trovador
E o meu pranto desaparecer
Nas águas turvas dessa imensa dor.

Amanhã bem de manhã quando o sol sair
Eu também quero sair dessa tristeza
Pra um lugar mais lindo vou partir
Porque aqui não vejo mais beleza.
Não posso mais continuar assim
Vou procurar alguém pro meu viver
Alguém que queira dar amor pra mim
Alguém que ponha fim no meu sofrer

Lamento de Um Poeta (Letra) - Zico e Zeca