OCTYPE html> RONDA DOS PAISANOS (LETRA) - Zeca Afonso

Ronda Dos Paisanos (Letra)

Zeca Afonso - Letras

Ronda Dos Paisanos (Letra) - Zeca Afonso

Ao cair da madrugada
No quartel da guarda
Senhor general
Mande embora a sentinela
Mande embora e nao lhe faça mal
Ao cair do nevoeiro
Senhor brigadeiro
Nao seja papao
Mande embora a sentinela
Mande embora a sua posiçao
Ao cair do céu cinzento
Lá no regimento
Senhor coronel
Mande embora a sentinela
Mande embora e deixe o seu quartel
Ao cair da madrugada
Depois da noitada
Senhor capitao
Mande embora a sentinela
Mande embora o seu guarda-portao
Ao cair do sol nascente

Venha meu tenente
Deixe a prevençao
Mande embora a sentinela
Mande embora e tire o seu galao
Ao cair do frio vento
Primeiro sargento
Junte o pelotao
Mande embora a sentinela
Mande embora e cale o seu canhao
Ao cair do sol doirado
Venha meu soldado
Largue o seu punhal
Vá-se embora sentinela
Vá-se embora que aí fica mal
Vá-se embora sentinela
Vá-se embora que aí fica mal

Ronda Dos Paisanos (Letra) - Zeca Afonso