OCTYPE html> PREGUIÇA (LETRA) - Xamã

Preguiça (Letra)

Xamã - Letras

Preguiça (Letra) - Xamã

Fumei o boldin, deu coff
O teto escureceu, vi o botão on/off
Esse BO é meu, vou beber Komaroff
Uma noite no museu, laricando strogonoff
Hoje o problema é seu, vou tacar molotov
Tu nem me viu, correu, tropeçou no chão e ploft
O que ficou, morreu, tinha arma de airsoft
Samuel L. Jackson e Shaft é meu shock
Quero fazer um sexo, imbicar pra Bangkok
Tiranossauro Rex, old school, Michael Jackson dos pops
Óxi, remendei meu flow com durex, durepox
Rasta não é só dreadlocks
Ah, liga pra polícia, seu guardinha
MC Xamã foi preso em flagrante e tá repetindo a linha
Essa p* aqui ainda é minha
Expandindo o texto e o sexto sentido que você não tinha
Anubis vida louca da matilha
Transmissão pirata, feche a escotilha
Que diaba gata, a arma dela brilha
Calibre 44 na virilha
Que diaba gata, a arma dela brilha
Calibre 44 na virilha

Cara talentoso, meio preguiçoso
NeoBeats é um cara perigoso
Eu sou um cara perigoso, segurando o g*
Rimando num beat tenebroso
Eu sou um cara perigoso, nada preguiçoso
NeoBeats é um cara tenebroso
Eu sou um cara tenebroso, segurando o g*
Na rima eu sou um cara habilidoso

Nunca fui exemplo nessa p*, p*!
Sempre aparentei ser uma pessoa boa
Mas sempre que eu tentava fazer o certo, eu me f*
Porque o mundo é de quem tem e que se f*!
E outra…
Fiz do trabalho um lazer
Raro fazer acontecer
Bota a cara pra tu ver
(Agora, só agora, só agora)
Só agora que eu vejo por que fui expulso da escola
É que eu era um puto maluco, sei que fiz tudo que é bosta
Eu usava muito mais droga e ficava duro na prova
Que a professora, te juro que era uma p* gostosa!
Voltando pro assunto…
Por que que eu uso minha droga?
Por que que o burro só agora virou motivo de estudo?!
Antes eu era um insulto, agora chupa minha bola
E ó que tem vários no mundo
Calma, que o mundo dá volta
Num quis emprego, eu fiz emprego
O meu país eu sei que é um lixo, é um de terceiro
Eu vivo memo, vi meu erro, eu acudi
Se eu tô aqui é que mereço
Agora olha só como eu virei perigoso
Xamã com Costa Gold nesse beat loco
Tira o sono
Deixa ela dormir que se ela vira, eu como
Boto o cano na goela e atiro gozo
Perigoso igual Al-Qaeda, Irã
Esse bonde que é o Damassaclan
Obrigado por chamar, Xamã
Os maloqueiro é tudo tam-tam-tam
Perigoso igual Al-Qaeda, Irã
Esse bonde que é o Damassaclan
Obrigado por chamar, Xamã
Tam-tam-tam-tam-tam

Esses cara tão achando que eu tô louco
Ô, seus filha da p*
Antes de vocês entender rap nessa p*
Eu já vivia na batalha, isso era 2008
E antes de vocês entender flow ou fazer trap que não trepa a cada track pra tentar bombar no show
E antes de vocês falar de topo nessa p*
Eu já tinha 60 milhas só com o hit N.A.D.A.B.O.M
Uou, [?] tá de touca
Malha falha é pouca
Amigão, eu ensino vocês
Se o assunto for rap
KKKK cala essa boca!
Tô preguiçoso
Fiz esse flow com preguiça da vida
Imagina só o Alibaba
44 rapá doidinho pra te matar
NeoBeats fervendo o baile na batida
Eu fumei o haxixe de Bariloche
Puf paf puf, Puff Daddy job
[?] jab [?], isso é o flow de Harry Potter
Pau na Hermione, é tudo nosso em Hogwarts (toma!)
Músico do tipo Woodstock
Com uns toques de weed tipo Snoop Dogg
Enquanto a morena rebola na minha frente
Me chamando de papi, para, putz, vê se pode

Lancei o passinho de Glock
Quem manda aqui sou eu, quem tentar toma rock
Preguiça já morreu, levantou e tomou choque
A onda já bateu, tô doidão, tô bradock
Hoje é valeu valeu, tô loucão de Evoque
Preguiça já morreu, roda punk mais flow rock
A que ficou, morreu, tinha skunk mais Cirok
Ela falou “tu é meu”, veio e pegou minha piro–
Cheguei e falei “isso é seu”, abaixou e pagou um ‘bok’
Quem manda aqui sou eu, malvadão, dou pinote
Vários a-bamen, acharcador e cerrote
Mate o Superman, não vencemos por sorte
Liga pra polícia, minha tia
Hoje eu só lamento, Xamã tá com 1% de bateria
O dono dessa p* tá transando com a tua filha
Ela rebola mais que o Bonde das Maravilha
O rato bota os pela-saco pra correr
Essa p* aqui é o Planeta dos Macacos
Bota a tua carinha na janela pra tu ver
Sua BMW vai voltar pra casa cheia de buraco
Quarta-feira eu fui em Bangu e CG
Lá vem esse cara com esse flowzinho chato
O Neobeats vai pegar você
Baguá sou o assassino 44
Um conto de Paris ao fumacê
Gata, eu sou exterminador de pela-saco
Às vezes escrevo uns versos nada a ver
Ou você que só enxerga esse seu mundinho macro

Preguiça (Letra) - Xamã