OCTYPE html> RETRATOS DE UM PAÍS PLURAL (LETRA) - Wander Pires

Retratos de Um País Plural (Letra)

Wander Pires - Letras

Retratos de Um País Plural (Letra) - Wander Pires

O coração vem na marcação
O sangue azul tá na veia com certeza
O samba é a minha natureza
É bom lembrar
Tem que respeitar

Brasil minha terra adorada
Moldada pelo criador
Mistura de cada semente
Nasceu realmente, quando aportou

Mãe África, a luz do teu solo
No espelho perfeito do mar
Cultura se deita em teu colo
Gigante-mestiço se fez despertar

A brasilidade aflora no sertão
Ser tão exuberante na raiz
De um rosto caboclo
Cafuso ou mulato
Retratos do meu país

Tem no baile o arrasta-pé
Quando a chuva molha o chão
Mandacaru em flor
Com as lágrimas do céu
E o povo em oração
O branco verdejou

Doce canto do uirapuru
Choram seringueiras, cobiça ameaça
Floresta entrelaça pela salvação
O grito da preservação

Cerrado manto de capim dourado
Que vença a chama dos ancestrais
Mãe d´água, canto pantaneiro
Divino som dos rituais

Com o negrinho do pastoreiro
Protegendo campos e pinheirais
Unidos, guardiões da vida
De corpo e alma nós somos a vila

Retratos de Um País Plural (Letra) - Wander Pires