OCTYPE html> DR. ENFERMO (LETRA) - Tribo da Periferia

DR. ENFERMO (Letra)

Tribo da Periferia - Letras

DR. ENFERMO (Letra) - Tribo da Periferia

Viaja não fi, sente essa parada
Tribo da Periferia outra vez

Não sou doutor mais quando você sentir dor
Eu vou te medicar mais com doses de exemplos
Quanto sangue é preciso pra lavar um sofrimento
Induzidos pelas lagrimas e as palmas que voam no vento

Link Patrocinado

Só Deus sabe, Deus sabe, Deus sabe
O quanto caminhei pelas ruas dessa cidade
Só na coragem que a cara era pra porta
Dos castelos de areias que se transformaram em bosta

Sem dinheiro minha mãe me fez homem
Só observo quantos vendem, quantos consomem
Passei por caminho que sem Jesus não dava
Sem pá até nem chegará na porta da minha casa

De novo olha ali o moleque de pés no chão
Roupa da escola mais não foi não
Ficou na rua apanhou da viatura
Na quina de frente o bar da tia a população se indigna

Se nunca tá só nesse mundo é assim
Se eu for por você vários serão por mim
Barraco voa na chuva o quintal alaga
E quem se arma também perde a casa
Adiantou nada

De dia os mocassim de calvinklein rogue
Ontem foi Fred Gruguer mais hoje é só mais um
Que abomina os (…) que fuma um do bom da bela
Divide que a vida é bela até vejo aqui da janela um sonho

Preciso de morfina, tá abaixando a adrenalina
Cade minha mina olho pra cima e vejo sinto medo
Mas isso tudo é só parte de um recomeço

Se contaminou, se contaminou também
Infelizmente eu não posso te ajudar

Se contaminou, se contaminou também
Infelizmente eu não posso te ajudar

Dr. Enfermo

Um belo dia pra entendermos que a dor não significa absolutamente nada

Tô tremulo estomago embrulhando tudo virando
Entusiasmo moribundo meio confuso
Se estive bem por um segundo coma profundo
É o alivio pra esse mundo

A visão da poeira sob as barracas na feira
E os menor de skate indo pra aula de rabeira
Aqui palco perfeito pra pensar pra fazer besteira
Mas quem nasce grande não precisa apanhar de mangueira

A ultima cerveja que juninho tomou lá no samba
Causou estrago na família toda
Por isso pense antes de qualquer coisa
Prioridade é só uma o resto é que se foda

Em outro mês de fevereiro uma mistura maluca
De droga, sexo, guerra e romance
De longe vi alguns parceiro se traírem por
Puta, dinheiro umas fitas insignificante

Não tem vacina não tem diagnostico
Olhar é químico sorriso é toxico
O efeito é mórbido neurotraumático
Alucinogênio

Se contaminou, se contaminou também
Infelizmente eu não posso te ajudar

Se contaminou, se contaminou também
Infelizmente eu não posso te ajudar

Dr. Enfermo

Um belo dia pra entendermos que a dor não significa absolutamente nada

Link Patrocinado

DR. ENFERMO (Letra) - Tribo da Periferia