OCTYPE html> CARRO VELHO (LETRA) - Tribo da Periferia

Carro Velho (Letra)

Tribo da Periferia - Letras

Carro Velho (Letra) - Tribo da Periferia

Não tenho o melhor carro
Mais tenho o melhor beijo, ela disse
Ter carro zero e no bolso não ter dinheiro é tolice
Sábado a tarde vou fazer um recreio na kit
E quem quiser colar com a gente
É o seguinte

Quer andar de carro velho?
Quer andar de carro velho?
Quer andar de carro velho?
Quer andar de carro velho?

Quem sabe amanhã com as vinte e duas na Evoque
Então, uma sessão de vinte cara preta na Amarok
Mas hoje é de v8, com as dezoito tipo sport
Molha essa minas com água de piscina e Cîroc
E, E, E
Ignição fumaça no breu
Obsessão e queima de pneu
Fascinação por esse mundo meu
É normal, mais o piloto é o que importa
Não é o carro que te faz o preferido
Não é o carro que te faz o preferido
Não é o carro que te faz o preferido
Prefere um play boy quebrado ou um favelado rico?

Quer andar de carro velho?
Quer andar de carro velho?
Quer andar de carro velho?
Quer andar de carro velho?

Daqui escuto os carros, dobrando logo ali na esquina
O carro é velho mais aqui arrasta um monte de mina
Já tá marcado
Rolê ali na quadra do lado
Bebida e frevo com os parceiros sem sorriso comprado
Vem ver!
Perfume delas tomar conta do carro
Tu se pergunta e quer saber como eu faço
Com carro velho eu continuo um esparro
Não é dinheiro que trás elas pro lado
Não é o carro que te faz o preferido
Não é o carro que te faz o preferido
Não é o carro que te faz o preferido
Tu pirou no carro velho, e quer trocar o seu comigo

Quer andar de carro velho?
Quer andar de carro velho?
Quer andar de carro velho?
Quer andar de carro velho?
Quer andar de carro velho?
Quer andar de carro velho?
Quer andar de carro velho?
Quer andar de carro velho?

Carro Velho (Letra) - Tribo da Periferia