OCTYPE html> CORONÉ ANTONIO BENTO (LETRA) - Tim Maia

Coroné Antonio Bento (Letra)

Tim Maia - Letras

Coroné Antonio Bento (Letra) - Tim Maia

Coroné Antonio Bento
No dia do casamento
Da sua filha Juliana
Ele não quis sanfoneiro
Foi pro Rio de Janeiro
Convidou Bené Nuno pra tocar
(Oh lêlê, Oh lálá)
Neste dia Bodacó
Faltou pouco pra virar

Coroné Antonio Bento
No dia do casamento
Da sua filha Juliana
Ele não quis sanfoneiro
Foi pro Rio de Janeiro
Convidou Bené Nunes pra tocar
(Oh lêlê, Oh lálá)
Neste dia Bodocó
Faltou pouco pra virar

Link Patrocinado

Todo mundo que mora por alí
Neste dia não pode “arresisti”
Quando ouviu o toque do piano
Rebolava saía requebrando
Até Zé Macaxeira que era o noivo
Dançou a noite inteira sem parar
Que é o costume de todos
Que se casa
Fica doido pra festa se acaba.

Coroné Antonio Bento
No dia do casamento
Da sua filha Juliana
Ele não quis sanfoneiro
Foi pro Rio de Janeiro
Convidou Bené Nuno pra tocar
(Oh lêlê, Oh lálá)
Neste dia Bodacó
Faltou pouco pra virar

Link Patrocinado

Coroné Antonio Bento (Letra) - Tim Maia