Diante de Qualquer Nariz (Letra da Musica)

Suricato (Letras de Musicas)

Letra da Musica: " Diante de Qualquer Nariz "

Diante de qualquer nariz
O que é a raiva senão meu lado mais sensível?
Você me pede, eu digo “Não sendo o impossível eu faço”
Tanta coisa pra dizer que só um abraço diz
Olho um espelho que reflete errado, o meu melhor lado não condiz com o que se vê
E talvez eu possa te mostrar, diante de qualquer nariz,
que, pra entender o que há dentro, leva tempo
De mim você não sabe nem metade, então me diz se vai ou se me invade
Tanta alma pra mostrar e somente um quadro e um giz
Tanto tempo pra falar e o que eu digo sei que já não diz
Como o medo e a certeza suscetível, o teu silêncio é como um barulho previsível. Eu acho.
Talvez eu possa te mostrar, diante de qualquer nariz,
que, pra entender o que há dentro, leva tempo
De mim você não sabe nem metade, nem metade…