OCTYPE html> NEURAL (LETRA) - Rzo

Neural (Letra)

Rzo - Letras

Neural (Letra) - Rzo

Quero ao menos entender O universo
Tantas duvidas Pergunta sem resposta
Incertezas Esperança em Ti Meu Coração
A vida passa O tempo voa Não posso esperar

Ê Tamirez, tem que ser do jeito que ele falava, tudo é difícil
A gente tem que entender que o certo é passar algo de pra alguém
É como ele dizia Se mudar a vida de uma pessoa, ja tá valendo
Ele fez isso através da musica E nós vamos decidir nossa caminhada
O exemplo taí

O som não tem final É como o escuro
O dom de Deus No submundo
Contra o capataz Cachorro pobre
Querem valores Descabelo teno fome morde (fome morde)

Ninguém escutou (Ninguém escutou) Os tiro alto (Os tiro alto)
Madrugada o estopim Foi tipo assim no ódio (sim no ódio)
Eu vim do pó (vim do pó) Não volto só (volto só)

Na esquina do universo o verso é melhor (é melhor)

Fiel função (Fiel função) Brooklin Canão (Brooklin Canão)
Favela, Jão é frustração Rap à milhão (Rap à milhão)
Cultura invade (Cultura invade) Não é comum (Não é comum)

É Sabotage Da Zona Sul (Zona Sul)

Maracutáia o jogo é sujo tem que ser na luz (ser na luz)
Ladrão esquece Click Cleck Bum (Cleck Bum)
No foco eu fico (fico) Um fino, eu faço, eu fumo (fumo)
Não quero a chave Só o segredo Som correndo o mundo (correndo o mundo)

Voce é capaz (ce é capaz) De amar os loque
A injustiça vem pro grito que não soa forte
Simbóra jovem Ouve a voz do Rap
Hoje a mídia só cobiça os corre da inernet

Humilde virô Rei levada de Pelé Fatality
Respeito agora é lei Sabote confiscou vaidade
O enxame é grande eu sei Então de frente não tem pra covarde
Sem debate Não confunda com humildade, hã

Jamais hesite quanto a ser feliz Mano chapéu
Nunca superou seu próprio eu Não quis

Nada te impede sonhar grande (Deley)
Resgato alguém do pó Do sempre meu melhor

O centro é RZO E nosso exército cada vez maior

Na pista voa Tamo com os melhó
Ninguém tem dó Tudo MaLó Só do verdin sem pó
É Leste Oeste Zona Sul ZÓ

Futuro venha eu sento a mesa com meus filhos Entoamos hinos
Os Cara retornaram Agora o trem está nos trilhos
O mundo é dos cruéis Meu amor Não perca o brilho
Não é clichê é sacrifício Lembra O Rap é compromisso (Deley)

Do Canão o céu é cinza sem estrelas
Um cigarro Um café O que ele qué? Papel caneta
O poeta No rolê a pé De jeans Toca Jaqueta
Brooklin Sul Não esqueça é muita treta

Eu quero a chave O poder Neurônio digital
Tecnologia pra avançar o campo mental
No espírito na mente No subconciente
Ver os mortos Ver os vivos Novamente

Vá em frente confirmando a tecla ENTER
Por galaxias distantes O inferno e o céu
Cavalheiro andante Um escudo fiel

Neural (Letra) - Rzo