OCTYPE html> DJ CIA (LETRA) - Rzo

DJ Cia (Letra)

Rzo - Letras

DJ Cia (Letra) - Rzo

[Helião]
É, DJ Cia, KLJ:
Técnica, atitude, pesquisa, companheirismo…
Tem sido assim a milianos, né não, irmão?
(Favela no ar!)
A arte dos toca-discos ser popularizada,
Da mesma forma que um violão, um baixo, um piano
Pra nós ainda é um sonho,
Mas ceis tão ligado:
Vários irmãos estão empenhado
É, Clovão, Alemão, da TransaSom,
A luta não foi em vão, meu bom!
Vários DJs vem se destacando no mundo inteiro!
A evolução da periferia exige respeito!

[Sandrão]
(Eu sei)
Toca o som pra nós, de patrício e não de boys,
Das suas mãos sai a base, o microfone é a nossa voz

Chega a Humildade, com a bagagem
Bi-campeão da cidade
Em cima das pick-ups,
Faz milagre
Scracthes é um baque, tipo um piripaque
Invade e arranca o lacre do ouvido da Sociedade!

Barueri e suas festas sempre curti, ali é o crime,
Não igual residencial chique em Alphaville
Estrumbado, lotado, comentário, de mil grau!
Som pesado, pro malaco nunca “tá legal”

Quem não dança, sai da banca, se manca
Os mano e as mina curtindo sua a camisa na pule,
Pule, pra que os doidos também pulem
Vejo locos da periferia se jogando do palco
Igual Ice Bue, loco
Tipo “voando por cima dos mano”

Barato é doido
Tem que ser filho da… bicho solto
O rap domina o globo
Já é hora

Passa a bola do beck, troca idéia que serve
Respeitou o original nacional rap
Aperta o “rec”, e grava o som do DAS FX
Que, desde o outro lado, assiste o campeonato dos DJs,
Na TV

Tem que ser, pra vencer

Naquele dia, o primeiro lugar era do que trincasse
Do que riscasse
Não fosse miguelage
Tá com a maloquerage
RZO é de praxe

Convido, mal-criado, craque da pick-up
DJ Cia, cola na grade!

(Sabotage)
Hoje no rap, não tem mais moleque
Cia se diverte, na arte de fazer scratch
Os ladrão se diverte, se diverte, se diverte
(Numa boa)

(Helião)
Nosso Rap todo dia evolui
DJ Cia conclui
Sente: eu rimo, mas o scratch é dele.
Malandro sempre sonhou, sonhou e como chegou
Muita atitude, morô?
Da negritude…
Não vou falar que ele é o “pá”, que é santice blá blá blá
Podexá, sossegá: aqui a frente é outra.

Quero dizer que o Rap é chato sem o DJ
Então pode crê que eu “pago um sapo”
E se ele é bom eu sei
Sempre sonhei em fazer scratch
Eu gostei, foi de moleque
Quem sonhou já não esquece, fortalece o sonho
Cresce, realiza, pira…
Isso é coisa de quem pira, “quem não arrisca não toca disco”

Scratch é coisa de loco, todo loco diz “como assim?”, sabe como?
É que um dia eu fiz, foi ontem
Dá pra se ligar no meu raciocínio?
Dá pa apavorar, se tiver o domínio!

O scratch na moral, arrojado e tal…
(O rap é o som)
E isso é genial, ser maioral…
(Preto sangue-bom)
E se não é paga pau, se liga:
(Olha quanto boy, quanta mina)

É DJ Cia na batida, confira
Não tem vacilo, faz scratch, investe, confia…
Agulha no disco de vinil, arranha por aí afora, Brasil

Mostra que o Rap pra nós sempre existiu, e ninguém viu
Agora nem vem, nem adianta:
Ficou a ver navio, tentar aprender a dança

O tempo passou, playboy escutou “putz-putz-putz”
Para!

Agora diz que o rap é uma “paulada”

(Sabotage)
Hoje no rap, não tem mais moleque
Cia se diverte, na arte de fazer scratch
Os ladrão se diverte, se diverte, se diverte (numa boa)

(Só quem é louco se identifica)
Aqui é o enxame, é a zica:
Família RZO, vários maluco só

RZO

DJ Cia (Letra) - Rzo