OCTYPE html> ALMA FERIDA (LETRA) - Raymer

Alma Ferida (Letra)

Raymer - Letras

Alma Ferida (Letra) - Raymer

Um copo de Whisky um cigarro aceso
olha pro semblante não sabe o que e o medo

Desde quinta virada nessa cidade sem lei ( Cidade sem lei)
cansada de viver nessa mesmice que se f* essa rotina
hoje ela vai dominar o mundo

Liga pra amiga que ta solteira
avisa que hoje é sexta feira
a noite promete hoje é opem Bar

Eu já liguei o mano firmeza
os combo em cima da mesa
e a certeza que eu tenho
e que vai desandar

Sua alma ferida coração machucado
que nunca cicatriza as marcas do passado

Se quiser beber ela bebe
Se quiser fuma ela fuma
Só pra não perder o costume
nada muda pra ela na segunda ( Porquê)
que se f* os que os outros pensam

Ela não tem jeito de Princesa
É vilã gosta da safadeza

“Vuou, vuou” E na segunda ela Banda vuou…

que se f* os que os outros pensam

Ela não tem jeito de Princesa
É vilã gosta da safadeza

Quer beijar sem se apaixonar
que beber quer fumar quer transar
quer viver uma vida intensa
que se f* os que os outros pensam

Ela não tem jeito de Princesa
É vilã gosta da safadeza
no rolê ela chapa entorpece
Ela adere ela ela curte um back

Talvez prefere viver desse jeito
a rotina já o dominou
de quinta a domingo e frevo o dia inteiro
E na segunda ela é banda vuou
“Vuou…Vuou” ( E na segunda Ela banda Vuou )

Solta a batida do Funk que ela requebra gostoso e rebola
solta a fumaça do “nargui” na boca dela que eu sei que ela gosta
bebe virando o litro, eu sei que essa mina é ela é bem Loka, e quanto mais ela vai bebendo
vai enlouquecendo e tirando a roupa…

Ela tá junto com as amigas o bonde ta formado
não tem tempo ruim hoje eu tou bem acompanhado
Segue o baile nada mudou, e na segunda feira ela é banda vuou
“Vuou…Vuou”

Alma Ferida (Letra) - Raymer