OCTYPE html> A TAL DA PATRICINHA (LETRA) - MC Ag

A Tal da Patricinha (Letra)

MC Ag - Letras

A Tal da Patricinha (Letra) - MC Ag

Sou o que sou
O mesmo hoje, sim melhor que ontem
Proteja o que é seu antes que eles tomem
Reis mantendo tronos
Um dia eles somem
Ouro no pescoço e os menor passando fome
De que serve a glória pra um irmão no microfone
Que mostra com atitude ser covarde e não um homem?
Vai pela luz não pela sombra
Eu fumo e faço jus, inspiração e não pela onda
Tô na área, tô pela ronda
Lealdade sem preço to com os meus, eu tô pela honra
Sei, se der mole na pista tomba
Ouço isso, como um dia eu vim pra arrumar um diploma
Bebidas pra enganar quem?
Toda noite um vício
Na madruga piso
Quem explica a noite e seus feitiços?
Sente o peso da cidade
Tenta sair ileso
Aqui é sempre igual
O mesmo pecado, outro endereço

Mas certas coisas não mudam
Certas vidas não cruzam
Não vou aceitar um não
De que serve a glória pra um irmão no microfone
Que mostra com atitude ser covarde e não um homem?
Vai pela luz não pela sombra
Eu fumo e faço jus, inspiração e não pela onda
Tô na área, tô pela ronda
Lealdade sem preço to com os meus, eu tô pela honra
Sei, se der mole na pista tomba
Ouço isso, como um dia eu vim pra arrumar um diploma
Cê vai me acompanhar ou não?
Sempre estarei aqui
Nada me convence
Eu sou livre e disposto a bater de frente

A Tal da Patricinha (Letra) - MC Ag