OCTYPE html> PODE ME BLOQUEAR (PART ALDAIR PLAYBOY) (LETRA) - Marília Mendonça

Pode Me Bloquear (part Aldair Playboy) (Letra)

Marília Mendonça - Letras

Pode Me Bloquear (part Aldair Playboy) (Letra) - Marília Mendonça

Eu já entendi o seu recado
Mais uma vez eu fui usado
Da sua parte nunca teve amor
Melhor cortar o mal pela raíz
Antes que deixe alguma cicatriz
Eu só lamento a gente acabou
Vai doer, vai
Vai passar, vai
Eu não queria mais
Vou te deixar pra trás

Pode me bloquear
Só me procurar quando resolver me amar
Quando meu coração também quiser ficar
E eu não te servir só pra ir pro motel
Pode me bloquear
Só me procurar quando resolver me amar
Quando meu coração também quiser ficar
E eu não te servir só pra ir pro motel
Mas também pra namorar
Ate lá, pode me bloquear..

Pode me bloquear
Só me procurar quando resolver me amar
Quando meu coração também quiser ficar
E eu não te servir só pra ir pro motel
Pode me bloquear
Só me procurar quando resolver me amar
Quando meu coração também quiser ficar
E eu não te servir só pra ir pro motel
Mas também pra namorar
Ate lá, pode me bloquear..

Eu já entendi o seu recado
Mais uma vez eu fui usado
Da sua parte nunca teve amor
Melhor cortar o mal pela raíz
Antes que deixe alguma cicatriz
Eu só lamento a gente acabou
Vai doer, vai
Vai passar, vai
Eu não queria mais
Vou te deixar pra trás

Pode me bloquear
Só me procurar quando resolver me amar
Quando meu coração também quiser ficar
E eu não te servir só pra ir pro motel
Pode me bloquear
Só me procurar quando resolver me amar
Quando meu coração também quiser ficar
E eu não te servir só pra ir pro motel
Mas também pra namorar
Ate lá, pode me bloquear..

Pode me bloquear
Só me procurar quando resolver me amar
Quando meu coração também quiser ficar
E eu não te servir só pra ir pro motel
Pode me bloquear
Só me procurar quando resolver me amar
Quando meu coração também quiser ficar
E eu não te servir só pra ir pro motel
Mas também pra namorar
Ate lá, pode me bloquear..

Pode Me Bloquear (part Aldair Playboy) (Letra) - Marília Mendonça