OCTYPE html> BARQUINHO MANEIRO (LETRA) - Guind´art 121

Barquinho Maneiro (Letra)

Guind´art 121 - Letras

Barquinho Maneiro (Letra) - Guind´art 121

Só enrola o beck, chega ai parceiro
Bora navegar nos confins do gueto, mano fala serio o mundo diz segredos os boy ta de navio mas meu barquinho e maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro
Venho observando já tem muito tempo alguém se julga favela mas não e do gueto, mano fala serio o mundo diz segredos os boy ta de navio mas meu barquinho e maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro

Mare alta água nos convés da vida louca
Enquanto a fumaça sobe a tempestade molha a touca
O barco só se afunda quando a banca e de panguao e que o mar de sabedoria ta na mente dos ladrão e nos confins do horizonte barquinhos e trapaças, não e esquadrilha da fumaça mas e esquadra da marafa, falando em esquadra la na quadra os mulekote tem do verde, toda mão pra navegar, nos trás um chá pra

Só enrola o beck, chega ai parceiro
Bora navegar nos confins do gueto, mano fala serio o mundo diz segredos os boy ta de navio mas meu barquinho e maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro
Venho observando já tem muito tempo alguém se julga favela mas não e do gueto, mano fala serio o mundo diz segredos os boy ta de navio mas meu barquinho e maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro

Só bora muleke que o importante e respeito e o bom malandro sempre dar seu jeito
Os mano fica puto e a quebrada e nos se eu merecer ando de Roll Royce
Olha nois de Roll Royce brilhando as prata, maloqueiro destacado de barco e fumaça não embaça meu bom me deixa quieto e se cala
subúrbios de Brasilia gira grana e trapaça
Policia vê mas não viu nada
Menos guerra nas quebradas a mare e pra poucos tem que ter conceito se meu barco afundar o seu navio vai primeiro
Mano fala serio eu já não tenho medo
Bora navegar nos confins do gueto, mano fala serio o mundo diz segredos os boy ta de navio mas meu barquinho e maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro
Criados na favela somos filhos do gueto
Por fora branco dentro preto o nosso rap não tem preço

Bora navegar nos confins do gueto, mano fala serio o mundo diz segredos os boy ta de navio mas meu barquinho e maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro

Só enrola o beck, chega ai parceiro
Bora navegar nos confins do gueto, mano fala serio o mundo diz segredos os boy ta de navio mas meu barquinho e maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro
Venho observando já tem muito tempo alguém se julga favela mas não e do gueto, mano fala serio o mundo diz segredos os boy ta de navio mas meu barquinho e maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro
Meu barquinho e maneiro, maneiro maneiro

Barquinho Maneiro (Letra) - Guind´art 121