OCTYPE html> VIVA (PART. RAEL DA RIMA) (LETRA) - Emicida

Viva (part. Rael da Rima) (Letra)

Emicida - Letras

Viva (part. Rael da Rima) (Letra) - Emicida

Eles querem saber como faz pra chegar
Como foi, como é, se tem boi, quem que tá
Eu digo é nóiz, eu digo é nóiz
Eu digo é nóiz, eu digo é nóiz

Sou rueiro tipo cão vira-lata
Eu sou rueiro, sim
Não dou ordem em ninguém, ninguém da ordem em mim
Ok, neguin, não, tiozin, jão
Sou problema com amor pela vila e o dom pelo tema
Jornais me chamam de matador
E é o que quero ser, aquele que mata a dor
Alto clero do asfalto
A nata, amor, batuqueiro de bar, ow
Maloqueiro com louvor

A pé ou de Cross, é nóiz
Depois é livre, diferente de nossos avós
Listras e polo, estouro
Prata e ouro
Motores roncando, pretos cantando em coro
Garotas de estilo rica, família brinda
Antes já era zica, hoje mais ainda
E os faladores falam, toda vez
Têm problemas comigo, não, os problemas tão com vocês
Cês tão firmeza? (Ohh)
Oh, glória! (Oh, glória!)
Sorriso das rua, nossa vitória
Um viva pra nóiz (Viva!)

Corre certo
Conceito bom, ladrão, porta mala aberto
Rola pancadão
Santo Deus me fez fã, que pô, boladão
É, tun-tcha-tcha-tun-tun-tcha, tamborzão
E só quem é sabe todas letra de pagode
Só quem é treta igual comigo ninguém pode
Paz, irmãozinho, não mais sozinho
Ladeiras, rolimãs, vai ohh, carrinhos
Onde o galo canta, onde a coruja dorme
Tudo preto no branco, tá nos conforme
O povo nas lajes tipo Melody em Belém
É nóiz, é nóiz, é nóiz também
Eu amo esse lugar, pique I Love Quebrada
Os cara têm celular com mais música que as balada
Sem cara feia, fazer um pé de meia, mil grau
Pra estourar na norte igual bico da rede social
Cês tão firmeza? (Ohh)
Oh, glória! (Oh, glória!)
Sorriso das rua, nossa vitória
Um viva pra nóiz (Viva!)

Viva (part. Rael da Rima) (Letra) - Emicida