OCTYPE html> BAGAÇO DA LARANJA (LETRA) - Emicida

Bagaço da Laranja (Letra)

Emicida - Letras

Bagaço da Laranja (Letra) - Emicida

A honra é toda minha, é satisfação
Chegar nesse momento aqui de coração
E fazer um som com meus parceiro
Na cidade maravilhosa que é logo no Rio de Janeiro
Pega o microfone e checa
Com a satisfação Sambabook do Zeca
Sabe qual que é então na rima quem manja
Manda aí pra nóis o bagaço da laranja

Fui no pagode, acabou a comida
Acabou a bebida, acabou a canja
Sobrou pra mim o bagaço da laranja, ei
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

Fui no pagode, acabou a comida
Acabou a bebida, acabou a canja
Sobrou pra mim o bagaço da laranja, ei
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

Me disseram que no céu a mulher do anjo é anja
Eu já disse a você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

Meu estilo é black power, eu não fico bem de franja
Eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

Eu fui no pagode, acabou a comida
Acabou a bebida, acabou a canja
Sobrou pra mim o bagaço da laranja
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

Eu te dou muito dinheiro e tudo você esbanja
Eu já disse a você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

Olha lá seu Coronel, o soldado que é peixe se enganja
Eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja, ei
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

Toma cuidado Pretinha que a polícia já te manja
Eu já disse à você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja, ei
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

Não lhe dou mais um tostão, você se quiser se arranja
Eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja, ei
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

Só caroço de azeitona é o que veio na minha canja.
Sobrou pra mim o bagaço da laranja, ei
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

Eu vou vender minha fazenda, vou vender a minha granja
Eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja, ei
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

Você sempre foi solteira, um marido não arranja.
Eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja, ei
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

Um salve pra Salvador, pro meu parceiro da ganja
Eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja
Eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

O pomelo se é azedo, o povo chama é de toranja
Eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja
É eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

Tem ave de benquela que o povo chama é de janja
Eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja
É eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

E uma cidade na Portia que o nome dela é Banja
Eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja
Eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja

O Emicida tá na rima, no samba é o Zeca quem manja
Eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja
É eu falei pra você
Sobrou pra mim o bagaço da laranja
Falei pra você
Sobrou pra mim
O bagaço da laranja…

Bagaço da Laranja (Letra) - Emicida