OCTYPE html> LAÇO VENENOSO (LETRA) - Divino e Donizete

Laço Venenoso (Letra)

Divino e Donizete - Letras

Laço Venenoso (Letra) - Divino e Donizete

Trancei um laço de couro
De dez cobras venenosas
Não é pra laçar boi
É pra laçar mulher charmosa

Joguei o laço pra cima
Foi grande a minha alegria
Lacei um cabelo loiro
Do jeito que eu queria
Joguei meu laço de novo
Repetindo a mesma cena
Desta vez não foi a loira
Porque lacei a morena.

Trancei um laço de couro
De dez cobras venenosas
Não é pra laçar boi
É pra laçar mulher charmosa

Joguei meu laço outra vez
Caprichei bem na laçada
Mas o laço desviou
Lacei a mulher casada
Virei meu laço depressa
Sou um laçador de primeira
Não laço mulher casada
Só laço mulher solteira.

Trancei um laço de couro
De dez cobras venenosas
Não é pra laçar boi
É pra laçar mulher charmosa

Tá do jeito que eu queria
Laçando este mulherio
Vou laçando as mulheres
Mais bonitas do Brasil
Com meu laço venenoso
Eu laço com perfeição
Pra laçar mulher bonita
Vou na festa do peão.

Trancei um laço de couro
De dez cobras venenosas
Não é pra laçar boi
É pra laçar mulher charmosa.

Laço Venenoso (Letra) - Divino e Donizete