OCTYPE html> GORJETA DO GARÇOM (PART JOÃO NETO E FREDERICO) (LETRA) - Diego e Arnaldo

Gorjeta do Garçom (part João Neto e Frederico) (Letra)

Diego e Arnaldo - Letras

Gorjeta do Garçom (part João Neto e Frederico) (Letra) - Diego e Arnaldo

Vou tirar sua sujeira debaixo do tapete
E jogar na sua cara tudo isso que me fez
Não foi a primeira vez e pra não fazer besteira
Vou respirar bem fundo e contar até três

Por que fez isso?
Na rua o que se fala é da gente
Porque o que os olhos não veem o povo conta
A conta que eu paguei duas vezes

Por isso que ele sempre nos trazia
A cerveja mais gelada
Nem cobrava o couvert
E me parabenizava
Dizia que eu tinha sorte
De ter você como mulher

Por isso que você me arrastava
Sempre pro mesmo lugar
Eu já até desconfiava
Mas tive que ver pra crer
Que a gorjeta do garçom
Sempre foi você

Vou tirar sua sujeira debaixo do tapete
E jogar na sua cara tudo isso que me fez
Não foi a primeira vez e pra não fazer besteira
Vou respirar bem fundo e contar até três

Por que fez isso?
Na rua o que se fala é da gente
Porque o que os olhos não veem o povo conta
A conta que eu paguei duas vezes

Por isso que ele sempre nos trazia
A cerveja mais gelada
Nem cobrava o couvert
E me parabenizava
Dizia que eu tinha sorte
De ter você como mulher

Por isso que você me arrastava
Sempre pro mesmo lugar
Eu já até desconfiava
Mas tive que ver pra crer
Que a gorjeta do garçom
Sempre foi você

Gorjeta do Garçom (part João Neto e Frederico) (Letra) - Diego e Arnaldo