OCTYPE html> CHAMA QUE ELAS VEM - Delacosta

Chama Que Elas Vem

Delacosta - Letras

Chama Que Elas Vem - Delacosta

Não quero regra nem nada
Tudo tá como o diabo gosta, tá
Já tenho este peso, que me fere as costas
e não vou, eu mesmo, atar minha mão

O que transforma o velho no novo
bendito fruto do povo será
E a única forma que pode ser norma
é nenhuma regra ter
Não quero regra nem nada
Tudo tá como o diabo gosta, tá
Já tenho este peso, que me fere as costas
e não vou, eu mesmo, atar minha mão

O que transforma o velho no novo
é nunca fazer nada que o mestre mandar
Sempre desobedecer

Chama Que Elas Vem - Delacosta