OCTYPE html> DOCE MENINA (LETRA) - Beto Barbosa

Doce Menina (Letra)

Beto Barbosa - Letras

Doce Menina (Letra) - Beto Barbosa

Com brilhantes desenhastes o amor
Mas a vida tão ingrata te levou
Machucando o teu belo coração
Sua alma ferida, seu corpo cansado
Você não suportou

Meu Deus, só você pode explicar
Por que que a gente sofre sem machucar
Confesso entristecido por não ter conhecido
Santa menina, pura, tão bela e cristalina

Com brilhantes desenhastes o amor
Mas a vida tão ingrata te levou
Te encontrei depois quando tudo se passou
Desesperado, correndo o mundo
Você me ajudou

Foi tão belo pra mim
Você me transmitindo tanta paz
Teu rosto emoldurado falando de amor
No silêncio misterioso, sono profundo

E assim vejo cores a desbotar
Num mundo tão profano a enganar
Você cheia de vida, partiu tão cedo ainda
Adeus menina, pura, tão bela e cristalina
Adeus menina, pura, tão bela e cristalina
Adeus menina, pura, tão bela e cristalina

Doce Menina (Letra) - Beto Barbosa