OCTYPE html> LISBOA DOS MANJERICOS (LETRA) - Amália Rodrigues

Lisboa dos Manjericos (Letra)

Amália Rodrigues - Letras

Lisboa dos Manjericos (Letra) - Amália Rodrigues

Olha, olha para ela
Trás o mundo num balão
Ai Lisboa é sempre aquela
Ai Lisboa é sempre aquela
Que mantém a tradição

Trás S. Pedro na canoa
Com a Esperança que é varina
Vem lembrar as naus de Goa
Vem lembrar as naus de Goa
Dos seus tempos de menina

Ai, ai Lisboa
Tenho um beijo p’ra te dar
Vem p’ra roda trás um par
Que esta noite é cá das nossas
Ai, ai Lisboa
Que cheirinho a manjerico
Deve andar no bailarico
Santo António a ver as moças

Ai, ai Lisboa
S. João de brincadeira
Salta a chama da fogueira
Que acenderam teus avós
Ai, ai Lisboa
Canta, canta, que me encanta
Pois ninguém terá garganta
P’ra calar a tua voz

Trás nos arcos e balões
Ramalhetes de cantigas
São os versos de Camões
São os versos de Camões
P’ra ensinar às raparigas

Não precisa de queimar
Alcachofras por ninguém
Não lhe falta a quem amar
Não lhe falta a quem amar
Todo o mundo lhe quer bem

Lisboa dos Manjericos (Letra) - Amália Rodrigues